Noticias

domingo, 31 de julho de 2016

TAÇA CTT - ESTREIA BRILHANTE DO COVA DA PIEDADE AO AFASTAR O LEIXÕES, NA SÉRIE DAS GRANDES PENALIDADES

O onze inicial do Cova da Piedade,na partida como Leixões
O Clube Desportivo da Cova da Piedade, estreou-se nas provas profissionais com um triunfo, sobre o Leixões em jogo a contar para a Taça CTT, realizado na Caixa Futebol Campus, no Seixal, com 1-1, no final do tempo regulamentar e 4- 3, nas decisões das grandes penalidades, no qual o guarda redes Pedro Alves voltou a ser determinante ao defender a quarta grande penalidade marcada por Cadu.
  
Muitos adeptos piedenses acorreram ao Seixal para presenciar a estreia da equipa em provas profissionais,ante um adversário que também teve uma falange de apoio, muito ruidosa ao longo da partida.

O jogo iniciou-se e foi a turma liderada por Sérgio Boris que aos 5 minutos podia ter-se colocado em vantagem, através de Carvalhas que com um remate cruzado levou o esférico a atravessar toda   a pequena área sem que ninguém, desvia-se o esférico para o fundo das redes de Ricardo.
A partida prometia e aos 14 minutos o guarda redes Pedro Alves,foi soberbo entre os postes,ao negar o golo aos visitantes, numa magistral defesa para canto. 

O jogo estava vivo com ambas as equipa, a procurarem o golo, golo esse que ainda foi gritado pelos piedenses, aos 20 minutos de jogo, com o esférico rematado por Carvalhas a embater na trava, depois no chão e caprichosamente a não entrar na baliza aguarda de Ricardo.

A equipa do Leixões, procurava sacudir a pressão exercida pelos piedenses e aos 30 minutos,lance de ataque da turma de Leixões, com Gonçalo Gregório a libertar-se da marcação a rematar e o esférico a passar a escassos centímetros do poste direito da baliza de Pedro Alves.


Mais uma tarde de glória para Pedro Alves
Estava dado o mote e aos  41 minutos de jogo, Bruno Lamas isola-se, Pedro Alves saiu ao seu encontro e o jogador nortenho, caiu na área com o árbitro Luís Máximo a apontar para a marca da grande penalidade,penalidade convertida pelo mesmo jogador,levando assim a sua equipa em vantagem para o intervalo. 

As equipa voltaram dos balneários, sem alterações no seu onze base e aos 49 minutos, uma vez mais Pedro Alves foi gigante entre os postes, ao desviar para canto uma bola que levava o selo de golo, num remate de Miguel. Aos 55 minutos Sérgio Boris, procedeu à primeira alteração na equipa, fazendo sair Adilson entrando Siaka Bamba, entrada que fortaleceu mais o meu campo.

Aos 64 minutos lance individual  de Silas, pelo lado esquerdo do seu ataque,tirou uma adversário do caminho entrou na área, libertou -se do segundo adversário, rematou cruzado com um defensor do Leixões a ceder canto, na conversão do canto, Danielson ganhou nas altura e rematou para o fundo das redes de Ricardo, estava assim feito o empate e justiça no marcador.

Até final  da partida o jogo foi muito repartido, com a equipa da Cova da Piedade, mais senhora de si, ante um adversário que também não baixou os braços,o certo é que o resultado não se alterou, tendo o jogo sido decido na marca das grandes penalidades e aí os piedenses, falaram na segunda grande penalidade, Danielson, a rematar por cima da barra e depois como resultado em 3-3, Pedro Alves foi gigante ao negar o golo a Cadu.
Na conversão do quinto penalty, Chico Gomes foi implacável e fez o 4 - 3, para depois, Rui Cardoso rematar para fora. Estava assim encontrado o vencedor e a festa foi dos jogadores piedenses.


Ficha do jogo
Partida realizada na Caixa Futebol Campus, cedido pelo Sport Lisboa e Benfica,no Seixal. Ao intervalo: 0 - 1.
Árbitro - Luís Máximo (Castelo Branco), árbitros assistentes , Hugo Ribeiro  e Nuno Ferreira. 4 º Árbitros - José Rodrigues.
Delegados da Liga - Nuno Pedro e Nuno Neves.
Cova da Piedade : Pedro Alves; Chico Gomes, Danielson, Miguel Ângelo e Evaldo; Soares, Silas(Irobriso,73')(cap.),Robson e Adilson(Siaka Bamba, 55');  Carvalhas e Ricardo Barros(Rui Varela, 82').
Suplentes não utilizados: Rui Dabô, Carlos Alves, Marco Bicho e Bruno Bernardo.
Ação disciplinar - cartão amarelo a Pedro Alves (41').
Treinador - Sérgio Boris.
Treinador adjunto - Alexandre Santana.

Leixões : Ricardo Moura; André, Cadu, Silvério e Lucas; Miguel Ângelo(Shiao Wei,72'), Bruno China(cap) Manuel José e Chiquinho; Bruno Lamas e Gonçalo Gregório( Rui Cardoso,76').
Suplentes não utilizados: Assis, Jorge Silva, Salvador, Bernardo e Ferreira .
Ação disciplinar - cartão amarelo a Miguel(27') e Cadu(38').
Treinador - Filipe Coelho
Treinador adjunto - Nuno Filipe Santos

Golos:  0 -1, Bruno Lamas, aos 42 minutos de grande penalidade e 1 - 1, aos 64 minutos, por Danielson.

Na marcação das grandes penalidades:
- 1- 0, Miguel Ângelo; 1 - 1, Bruno Lamas; na segunda penalidade, Danielson, falhou; 1-2, Manuel José; 2 - 2,Robson; 2 - 3, ShiaoWel; 3-3, Carvalhas; Pedro Alves negou o golo a Cadu; 4-3, Chico Gomes;  Ricardo Cardoso falhou. Resultado final:4-3 nas grandes penalidades e 1 - 1,no final do tempo regulamentar
No final a festa foi dos piedense,aqui Pedro Alves a ser  "engolido" pelos seus companheiros


Sem comentários:

Enviar um comentário