Noticias

domingo, 4 de setembro de 2016

II Liga- Cova da Piedade venceu o Freamunde e soma a terceira vitória na prova

Em dia de festa na inauguração do relvado natural
A equipa do Cova da Piedade que alinhou de inicio,na inauguração do relvado

Depois da derrota, na última jornada a equipa comandada por Sérgio Boris, ao fim de quatro jornadas, a atuar fora do seu reduto, jogou finalmente no Estádio Municipal José Martins Vieira, em dia de festa pela inauguração do relvado, a equipa do Cova da Piedade, brindou os seus adeptos com uma excelente vitória sobre o Freamunde e assim subiu ao terceiro lugar a par do Penafiel(ambos com 10 pontos), graças ao golo do "El-Matador", Ricardo Barros, ao minuto 59, ele que uma vez mais foi decisivo para o triunfo dos piedenses.

Em dia de verão com uma temperatura bastante elevado, não
O presidente da autarquia, Joaquim Judas,o vereador António Matos,
 o presidente do Cova da Piedade, Paulo Veiga e o presidente da Liga, Pedro Proença.
Foto: Joaquim Candeias
impediu a presença de muito publico, divididos pelas duas bancadas,do Estádio Municipal José Martins Vieira,  em dia de inauguração do majestoso relvado natural do Estádio Municipal, obras essas levadas a cabo pela autarquia, para que fosse possível ao Clube Desportivo da Cova da Piedade, utilizar o Estádio, na Liga Profissional de Futebol. Cerimónia essa que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Almada,Dr. Joaquim Judas, do Vereador  António Matos e do presidente da direção da Liga Profissional, Pedro Proença que forma recebidos pelo presidente do Clube Desportivo da Cova da Piedade, Paulo Veiga, na qual foi descerrada uma lápide(,,,) e depois já em pleno relvado a direção do Cova da Piedade, fez entrega ao presidente da autarquia de uma camisola do clube, com o nome do autarca almadense.


Em relação ao jogo, no primeiro quarto de hora foi de estudo mútuo de ambas as equipas, com os piedenses aos 12 minutos, terem passado por um frisson, face a uma intervenção do guarda redes Pedro Alves, que acabou por se lesionar e receber assistência médica, recuperando assim para dar o seu contributo à equipa.

Com a turma do Cova da Piedade a ganhar algum ascendente, aos 23 minutos os piedenses reclamaram uma grande penalidade,num lance em que  o avançado Ricardo Barros em luta com um adversário caiu na área,mas o árbitro nada assinalou.

Na entrada para o último quarto de hora,o golo esteve quase a acontecer para as hostes  da turma da casa.Um livre marcado do lado direito por André Carvalhas, levou o esférico a passar toda a zona de baliza e ao segundo posto, apareceu Evaldo, um tanto nada atrasado e assim a perder-se uma excelente oportunidade para a turma de Sérgio Boris chegar à vantagem, o intervalo chegou com ambas as equipas a irem para o balneário, com um nulo.

Na segunda parte ambas as equipas, não sofreram alterações, mas foi Sérgio Boris o primeiro a mexer na equipa, ao substituir Filipe Godinho, por Rui Varela, dando assim mais poder ofensivo à sua equipa e num desses lances, Adilson, pelo lado esquerdo do seu ataque, superou dois adversários e já em plena área, mas descaído pelo lado esquerdo  rematou forte como esférico  a passar a centímetros do segundo posto aguarda de Rui Nero. 

A equipa crescia e numa bola  cruzada para a área, Rui Varela ,ainda tentou o remate, mas fê - lo defeituosamente, o esférico sobrou para Ricardo Barros que aproveitou o movimento que o guarda redes Rui Nereu, fez da esquerda para a direita e rematou sem piedade para o fundo das redes do guarda redes visitante, sem hipóteses de defesa para este.

Os dois centrais piedenses, foram donos do seu setor
Se até aí o Cova da Piedade, já  estava por cima, melhor ficou, em vantagem no marcador a equipa da casa continuou a dominar a partida com a turma de Freamunde a não ser capaz de sair da teia montada por Sérgio Boris e  em mais um lance ofensivo dos piedenses, aos 78 minutos golo  rondou a baliza dos visitante, num remate a bola passou a centímetros do vértice superior esquerdo da baliza, dos visitantes,  com o aproximar-se do final da partida o empate esteve para acontecer por duas vezes, uma com Rui Varela a evitar o golo sobre a linha de baliza e a outra   foi Pedro Alves, com uma soberba defesa a negar o golo do empate, ao desviar para canto um remate de Cláudio Salto , que levava o selo de golo.

O triunfo dos piedenses, não sofre contestação,mas quem não marcou as oportunidades  que desfrutou ao longo da partida,poderia ter tido na parte final da partida um sabor amargo. A equipa do Freamunde,  pouco fez para sair da Cova da Piedade,com um resultado positivo, sendo assim o triunfo dos piedenses foi incontestável.
No Cova da Piedade, toda a equipa esteve num plano aceitável, com destaque para Irobiso, Adilson, Bernardo, Ricardo Barros, Rui Varela

Por parte do Freamunde, destaque para Madeira e Pedro Grilo.

Em relação  à equipa de arbitragem, no capitulo técnico esteve bem, acompanhou de perto o jogo,deixou-nos a nós uma dúvida,num lance na área dos visitantes,mas isso não desilustra o seu trabalho, apesar  das suas decisões ao longo do jogo, a nível técnico, não terem agradado a ambos técnicos.
Muito bem no aspeto disciplinar,

O que disseram os treinadores:

Técnico. Carlos Brito -"Na primeira parte, não conseguimos implementar o nosso futebol, dai não termos criado situações de golo. Na segunda parte  a equipa do Cova da Piedade foi superior, tiveram a felicidade de marcar, jogamos contra a um dos candidatos ao titulo nacional, um clube com um orçamento muito superior ao nosso, dou um exemplo. nove jogadores que estão agora no Cova da Piedade, estiveram nos nossos planos, mas era impossível, face aos valores do Cova da Piedade"
O tecnico Sérgio Boris e a asseora de imprensa
Silvia Ramos

Técnico: Sérgio Boris - "Fomos a melhor equipa , na primeira parte existiu algum equilíbrio, mas sempre com o controlo do jogo. Na segunda parte, fomos mais audazes, chegamos ao golo merecidamente e merecíamos ter alcançado o  segundo golo para termos mais tranquilidade"

Quebra na parte final ?- " A vencer, naturalmente que na parte final nos resguardamos um pouco, o certo é que mesmo assim fomos a equipa que esteve mais perto do 2 - 0, do que eles, do (1 -1 ) embora nos minutos finais eles tivessem hipótese de chegar ao empate. Um triunfo  justo e  importante e ainda mais por ser no nosso estádio, perante o nosso público e por termos ao fim de cinco jogos atuado finalmente em casa."
A finalizar deixou uma saudação a todos aqueles que tornaram possível,o regresso ao Estádio Municipal José Martins Vieira.


 Ficha do jogo
Partida disputada no Estádio Municipal José Martins Vieira; Ao intervalo; 0- 0. Resultado final:1 - 0.
Árbitro -Vítor Ferreira
Árbitros assistentes: 1 º Valdemar Maia e 2 º Luciano Maia.
4º Árbitro - Pedro Felisberto
 Clube Desportivo Cova da Piedade - Pedro Alves; Adilson, Bruno Bernardo(cap.), Danielson e Evaldo; Soares, Robson(Marco Bicho,79'), Filipe Godinho(Rui Varela, 55') e André Carvalhas( Siaka Bamba,75'); Irobiso e Ricardo Barros.

Jogadores não utilizados - Guilherme, Chu, Miguel Ângelo e Magique.
Ação disciplinar - Dnielson(45'+2') e Soares(73).
Treinador - Sérgio Boris.
Treinador adjunto - Alexandre Santana

Freamunde  - Rui Nereu; Rodolfo, Madeira, Luís Pedro(cap.) e Rui Rainho;  Eri, Ivan Perez(L.Chaparro,74'),Grilo e Miguel Pedro( Vieira,79'); Fausto( Cláudio Salto,60') e Diogo Ramos.
Jogadores não utilizados - Dany, Leandro e Pape Balla.
Ação disciplinar - cartão amarelo para, Fausto(29), Madeira,(67), Diogo Ramos(70) e Claúdio Salto(85).
 Treinador - Carlos Brito
Treinador Adjunto - Eduardo Maia.
 Golo: 1 - 0, por Ricardo Barros, aos  59 minutos

Consulte aqui resultados e classificação:

Sem comentários:

Enviar um comentário