Noticias

sábado, 22 de outubro de 2016

Futebol -Nacional da 2 ª Divisão de Juniores- Cova da Piedade derrota( 4 - 3) Casa Pia e mantêm liderança- Tomás Freitas fala do êxito da equipa

A equipa liderada pelo técnico Roberto Severo(Beto) tem o melhor ataque de todas as séries da segunda divisão com 30 golos

Fase do jogo com o Lusitano de Évora,com Tomás Freitas no duelo com Pipo.
Foto:Arquivo

- O jogador da equipa de juniores do Cova da Piedade,Tomás Freitas,que marcou dois golos do jogo,falou para "Desporto Almada"

-"Sabíamos à partida que ia ser um jogo complicado, que dificilmente seria como os três anteriores com goleadas. Não entramos bem, sofremos um golo por distração cedo, mas rapidamente despertamos e instalamos  no meio campo do Casa Pia. Chegamos ao golo do empate depois de uma rotura minha com um excelente passe do Kiko em que sofro penalty e depois converto.
O Casa Pia no resto da primeira parte pouco perigo causou, tendo as melhores oportunidades pertencido à nossa equipa em que mandamos 2 bolas à barra, uma pelo Machado e outra pelo Vasquinho”


A equipa de juniores do Cova da Piedade, venceu esta tarde o Casa Pia, por 4 -3, em jogo realizado no campo da Arrentela, a contar para a 7 ª jornada do Campeonato Nacional da 2 ª Divisão - A Zona Sul - Série F, triunfo que mantêm piedenses na liderança com 17 pontos, mais dois do que o Olhanense e três sobre o Lusitano de Évora e quatro sobre o duo Portimonense e Barreirense, com a equipa do Barreiro a sofrer a segunda derrota consecutiva em casa, desta vez com o penúltimo classificado enquanto Sesimbra e Pinhalnovense  ocupam as últimas posições.

A equipa liderada pelo técnico Roberto Severo(Beto) tem o melhor ataque de todas as séries da segunda divisão com 30 golos marcados e sem qualquer derrota, a par do Desportivo Aves (série - a), Beira Mar (série - c) e Boavista (série - b)

O jogador do Cova da Piedade Tomás Freitas, autor de dois golos, fez o resumo do jogo para “Desporto Almada”

Tomás Freitas - Estivemos sempre por cima do nosso adversário

- “Sabíamos à partida que ia ser um jogo complicado, que dificilmente seria como os três anteriores com goleadas. Não entramos bem, sofremos um golo por distração cedo, mas rapidamente despertamos e instalamo-nos no meio campo do Casa Pia. Chegamos ao golo do empate depois de uma rotura minha com um excelente passe do Kiko em que sofro penalty e depois converto.
O Casa Pia no resto da primeira parte pouco perigo causou, tendo as melhores oportunidades pertencido à nossa equipa em que mandamos 2 bolas à barra, uma pelo Machado e outra pelo Vasquinho.

 - Uma segunda parte mais consistente da equipa?

-"Sim, na segunda parte entramos melhor, fizemos logo o segundo golo pouco depois de começar após um cruzamento do Vasquinho em que tirei o jogador do caminho com a receção e encostei.
Houve então uma fase muito disputada em que o Casa Pia chega ao empate através de um livre direto. A partir daí estivemos sempre por cima do jogo, não tendo eles voltado a criar perigo à exceção de uma situação em que houve um erro nosso que quase dava golo ao Casa Pia".

Chegamos ao 3-2, aos 71 minutos de jogo, com um excelente remate do Mário João, tendo depois chegado ao 4 -2 já perto do final da partida, mais concretamente ao minuto 87, depois de um excelente passe do Manu para o Erick que encostou.
No último lance do jogo o Casa Pia reduz através de um lance de bola parada. Um triunfo justo ante uma equipa que nunca baixou os braços”

-Esta a análise de um dos intervenientes da partida que marcou dois golos aos casapianos e que leva já cinco golos no respetivo nacional

Pela equipa do Cova da Piedade alinharam;
Gonçalo Silveira, Pedro Carvalho, João Santos, Kiko, Mário João, Diogo Tomé, Tomás Freitas, Afonso Récio, Vasco Ramalho, Israel e Tiago Machado.
Suplentes utilizados -  Xié, EricK e Manu.
Não utilizados – Diogo Penetra, Rafael Freitas, Tiago Neves e Many
Treinador – Roberto Severo
Golos:
CD Cova Piedade 4 - 3 Casa Pia 
Os golos dos piedenses foram marcados por:
Tomás Freitas, aos 15’ na marcação de uma grande penalidade
Tomás Freitas, aos 52’
Mário João, aos 71’
Érick, aos 87'



Sem comentários:

Enviar um comentário