Noticias

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

COP PREMIOU OS MELHORES DO DESPORTO NA CELEBRAÇÃO OLÍMPICA 2016



Durante a Cerimónia "Celebração  Olímpica" do Comité Olímpico de Portugal,realizada a 13 de dezembro, a judoca almadense Telma Monteiro foi agraciada com a Medalha de Excelência Desportiva, após a sua excelente prestação no Jogos Olímpicos de 2016

O Comité Olímpico de Portugal distinguiu hoje os melhores do desporto em 2016 na cerimónia “Celebração Olímpica” que teve lugar no Centro de Congressos de Lisboa e que contou com transmissão televisiva na Sporttv+ em direto. Telma Monteiro, Fernando Pimenta, Teresa Bonvalot, João Brenha, Miguel Maia e Sérgio Maciel foram alguns dos premiados da noite.

Numa sala repleta de convidados, marcada por muitos momentos de entretenimento, um dos pontos altos da noite foi a atribuição das Medalhas de Excelência Desportiva, galardão que premeia os melhores atletas do ano. Telma Monteiro foi a atleta feminina do ano, enquanto Fernando Pimenta foi o atleta masculino de 2016.

No ano de 2016, Telma Monteiro alcançou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro na modalidade de judo na categoria de -57kg, feito que justifica plenamente a atribuição deste galardão. Já Fernando Pimenta, além de 5º classificado em K1 1000m e 6º em K4 1000m nos Jogos Olímpicos do Rio Janeiro, foi Campeão da Europa em Moscovo em K1 1000m e K1 5000m.

Outros dos galardoados foram João Brenha e Miguel Maia, que receberam a Medalha de Mérito, que se destina a galardoar desportistas que tenham prestado serviços relevantes ao Desporto Nacional ou ao Olimpismo.

Para além de possuírem dos mais relevantes currículos em títulos no voleibol português, e de terem alcançado o 4.º lugar em voleibol de praia nos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996 e de Sidney em 2000, empenham-se ativamente em diversos projetos de responsabilidade social através do desporto junto de crianças e jovens.

Já o Prémio Juventude, que se destina a premiar o atleta nacional, de escalões jovens, que mais se tenha distinguido no ano anterior pela obtenção de resultados de excelência em competições internacionais ao mais alto nível desportivo, com um percurso escolar de mérito, foi atribuído a Teresa Bonvalot, que se fez representar pelo seu pai dado não poder estar presente.

Em 2016, Teresa Bonvalot sagrou-se campeã da Europa de Surf em juniores. A surfista portuguesa de 17 anos assegurou o título no Pena Txuri Pro, Espanha alcançando um triunfo inédito no setor feminino, apenas igualado no masculino por dois atletas desta modalidade olímpica que debutará nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Houve ainda lugar à atribuição do Prémio Ética Desportiva que premeia ações relevantes em prol dos princípios e valores da ética no desporto, suscetíveis de constituir exemplos virtuosos e pedagógicos.

O atleta Sérgio Maciel, que se sagrou campeão da Europa de maratona em C1 Júnior em 2016, durante o Campeonato do Mundo da presente época, teve uma conduta de elevado fair-play quando o seu colega de equipa nacional Marco Apura, que seguia na sua frente na reta final da prova se enganou na meta. Sérgio Maciel, que seguia em segundo lugar, reduziu a sua marcha, chegando mesmo a parar para que Marco Apura pudesse voltar a recuperar e cortar a meta no primeiro lugar, sagrando-se Campeão do Mundo em C1 Júnior. Sérgio Maciel ficou com o segundo lugar no pódio.

Foram ainda atribuídos o diploma “Mulheres e Desporto” do Comité Olímpico Internacional, a Jenny Candeias, figura ímpar da ginástica portuguesa, assim como dois Prémios COP de Prestígio à Imprensa Nacional Casa da Moeda e à Marinha Portuguesa, respetivamente pelas parcerias realizadas que permitiram o lançamento da moeda oficial da Equipa Olímpica de Portugal Rio 2016 e a Casa de Portugal Rio 2016, através da presença do Navio Escola Sagres na cidade que acolheu os Jogos Olímpicos.

A fechar houve ainda tempo para os discursos do Presidente do COP, José Manuel Constantino, e do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. O Presidente do COP deixou palavras de agradecimento a todos os que com ele trabalharam ao longo destes quatro anos à frente do COP e de todos os que estiveram no Rio de Janeiro a representar Portugal.

José Manuel Constantino falou ainda do desporto e do seu valor social, destacando que “o maior custo que a sociedade enfrenta é o de ter uma população sedentária e sem hábitos de atividade física e desportiva, com consequências económicas e sociais devastadoras. Por isso, não nos cansamos de repetir que o desporto é um bem público que vale mais que aquilo que custa”.

Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, reafirmou o compromisso de trabalhar de forma próxima com o COP para ajudar a melhorar o Programa de Preparação Olímpica tendo em vista os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

De referir que a cerimónia contou com apresentação de Cecília Carmo que foi coadjuvada por vários atletas olímpicos: Ana Cabecinha, Emanuel Silva, João Pereira, David Rosa, Rui Bragança, Gustavo Lima, Ana Rente e Joana Ramos.

Destaque final para os momentos de entretenimento da cerimónia, protagonizados pela conhecida cantora lírica Sofia Escobar, que interpretou alguns temas oficiais de edições de Jogos Olímpicos das últimas décadas, assim como a atuação de um grupo de ginastas do Ginásio Clube Português.



Fonte: Comité Olímpico de Portugal
Foto; COP

Sem comentários:

Enviar um comentário