Noticias

domingo, 8 de janeiro de 2017

II Liga : Cova da Piedade derrotado em casa pelo Académico de Viseu

Este o onze inicial da equipa do Cova da Piedade que defrontou o Académico de Viseu

Em dia de Reis, a equipa da cidade de Viriato veio este domingo a Almada derrotar o Cova da Piedade por 1 - 2, numa partida que começou bem para a turma do Académico de Viseu, que aos 7 minutos após um lance desenvolvido pelo lado esquerdo, com Stéphane a levar a melhor sobre um defensor piedense, cruzou para a área e ante a apatia da defensiva piedense o esférico chegou aos pés de  Bruno Loureiro que no vértice da pequena área, mais não fez que com um remate rasteiro, anichar o esférico na baliza de Pedro Alves, um lance em que o setor defensivo  piedense não está isento de culpas.

Aos 16 minutos André Carvalhas à entrada da área rematou rasteiro e cruzado com o guarda redes Rodolfo a arrojar-se ao relvado para travar o remate do médio ofensivo dos piedenses. A equipa liderada por Sérgio Boris em desvantagem no marcador, não baixou os braços e foi à procura do empate, empate esse que esteve perto de acontecer aos 23 minutos ,numa das melhores  jogadas envolvente da turma do Cova da Piedade, como esférico a passar pelos pés de Silas, Siaka Bamba e Filipe Godinho, a bola a ser cruzada apara a área onde apareceu Rui Varela nas alturas a ganhar o lance de cabeça às duas torres da defensivas dos visitantes, mas o cabeceamento acabou por levar o esférico  roçar o travessão da baliza de Rodolfo.

Aos 27 minutos foi a vez de Pedro Alves ser chamada a mais uma excelente intervenção, num remate de Luísinho
Na parte final da partida foi assim

Aos 30 minutos o perigo voltou a rondar o último reduto da turma de Viseu e aqui sim o golo esteve iminente, com Dieguinho a libertar-se de um defensor e já perto da área pequena a rematar para o golo, como guarda redes visitante a negar o empate.

A turma de Viseu, aos 32 minutos, numa altura em que a equipa do Cova da Piedade, estava numa toada mais ofensiva, veio a sofrer o segundo golo, num lance em que um defensor piedense, já fora da área e descaído, para o lado esquerdo, foi pressionado por Sandro Lima, o que o obrigou a atrasar o esférico para Pedro Alves e quando este se preparava para chutar o esférico o mesmo foi tabelar em Sandro Lima e ressaltou para o fundo das redes de guardião piedense.

Este golo acabou por pesar na parte final da primeira parte, período esse em que a equipa do Cova da Piedade, perdeu alguns lances e em que nada estava a correr de feição e já na parte final da primeira parte, num lance total da equipa em que a bola rolou por vários jogadores, a mesma foi parar ao flanco esquerdo do ataque piedense, onde apareceu Dieguinho a rematar forte, mas o esférico a passar ao lado do poste esquerdo da baliza dos visitantes e assim  a turma de Viseu a ir para o intervalo em vantagem.

Na segunda parte a equipa do Cova da Piedade, veio com uma maior dinâmica ofensiva, nem sempre bem conseguida com o técnico Sérgio Boris a proceder à primeira alteração na equipa, tendo lançado na partida o avançado Ricardo Barros, por troca com o lateral direito Filipe Godinho, fixando assim dois pontas de lança, Rui Varela e Ricardo Barros e foi da cabeça de Ricardo Barros que aos 59 minutos, o golo apareceu para as hostes piedenses que com esse golo acreditaram que poderiam ainda dar a volta ao marcador.

A partir só deu Cova da Piedade, com a equipa, abalançada no ataque, mas o setor defensivo do Académico, onde se destacavam as torres gémeas, Bura e Bruno Miguel que conseguiam neutralizar o jogo  aéreo dos piedenses, com Sérgio Boris a   jogar as última cartada com as entradas, primeiro Irobiso e depois Robson, ao invés por parte do técnico Francisco Chaló, foi reforçar a sua zona intermédia e tentar quebrar o ímpeto dos piedense e isso foi conseguido, sem nunca abdicar do contra ataque o que obrigou também o Cova da piedade, a não descurar o seu setor recuado.

Sem fazer um jogo por aí além tal como Cova da Piedade, a turma de Viseu, não teve culpa dos erros adversários e saiu da Cova da Piedade, com uma vitória merecida e que lhe vai dar alento para a fuga aos últimos lugares da despromoção.

Por sua vez a derrota do Cova da Piedade, decerto não estaria nas previsões da equipa técnica, mas o certo é que os dados falam por si a equipa piedense, concluiu a 1ª volta do Ledman Liga Pro [em que participa pela primeira vez] na quinta posição. E isso sim é digno de realçar.

Excelente o trabalho liderado pelo árbitro Anzhony Rodrigues

Que na próxima partida a realizar já este sábado, no Estádio Municipal José Martins Vieira, ante o Benfica “B”, os triunfos voltem à Cova da Piedade.
Excelente o trabalho liderado por Anzhony Rodrigues.

Partida realizada no Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade. Entre o Cova da Piedade 1 – 2 Académico de Viseu, a contar para a Ledman Liga Pro. Ao intervalo: 0 - 2.
Antes do inicio da partida foi guardado um minuto de silêncio,pelo falecimento do ex-presidente da Republica,Dr Mário Soares

Árbitro: Anzhony Rodrigues (AF Madeira
Árbitro assistente nº 1: André Dias
Árbitro assistente nº 2: José Luzia
4º Árbitro:  Bruno Jesus
Cova da Piedade: Pedro Alves; Filipe Godinho (Ricardo Barros,46´), Miguel Ângelo, Bruno Bernardo e Evaldo; Soares(Robson,80’), Siaka Bamba, Jorge Silas(Irobris,69’) e André Carvalhas; Dieguinho e Rui Varela.

Suplentes não utilizados: Guilherme, Chico Gomes, Danielson e Ning.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Siaka Bamba (28’), Rui Varela (35’), Soares (40’), André Carvalhas (57’). Dieguinho viu o amarelo aos (67’ e 94’) e consequentemente o vermelho.

Treinador: Sérgio Boris
Treinador adjunto: Alexandre Santana

Académico de Viseu: Rodolfo; Carlos Eduardo, Bura, Bruno Miguel e Stéphane; Paná (Tiago Borges,70’), Bruno Loureiro, Luisinho (Bruno Madeira,90’) e Capela(cap.); Moisés e Sandro Lima (Zé Paulo,90’).

Suplentes não utilizados: Diogo Freire, Tiago Gonçalves, Yuri e Park.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Carlos Eduardo (45´), Bruno Loureiro (62’), Stéphane(80’),Capela(87’)

Treinador:  Francisco Chaló
Treinador adjunto: José Miguel Pinto

Golos:
0 - 1, aos 7 minutos por Bruno Loureiro
0 - 2, aos 32 minutos por Sandro Lima
1 - 2, aos 50 minutos por Ricardo Barros



Sem comentários:

Enviar um comentário