Noticias

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Futsal – Juvenis» Bairro Novo/Moita adiou a festa do titulo da turma da Casa do Benfica da Charneca de Caparica

A formação da Charneca de Caparica que viu a festa do titulo ser adiada para a
última jornada



            A equipa de juvenis da Casa do Benfica da Charneca de Caparica líder isolado da fase final para o apuramento do campeão distrital, empatou [3 - 3] este sábado, com a AM Bairro Novo /Moita e assim adiou para a última jornada a decisão do titulo distrital [da A. F. Setúbal], que continua a depender apenas de si, pois mantêm cinco pontos de avanço sobre o seu mais direto opositor que é a turma do Bairro Novo, mas com esta equipa a ter menos um jogo.

Cerca de duas centenas de adeptos de ambas as equipas, e amantes da modalidade, deslocaram-se ao Pavilhão Municipal da Charneca de Caparica, pois os dois conjuntos partiram para esta partida com legitimas aspirações ao titulo, pois em caso de triunfo da formação da Moita sobre o Benfica, reduzia para dois pontos a diferença pontual entre os dois conjuntos e caso   o Bairro Novo saísse vitorioso no jogo em atraso com São Francisco, assumia a liderança da prova e partia para a última jornada na liderança. 

Ao invés um triunfo da Casa do Benfica, garantia a uma jornada do fim o respetivo titulo. O certo é que para o apuramento do segundo classificado que dá também direito ao apuramento para a Taça Nacional de Juvenis a turma do Bairro Novo está mais perto de o alcançar,mas a equipa do S.Francisco,matematicamente ainda está na luta.

Tiago Carrasco autor do 1 º e 3 º golo.

Sobre a partida, na primeira parte a turma da Charneca de Caparica, depois de ver o seu guarda redes Francisco Rodrigues, negar o golo aos visitantes, cedo se adiantou no marcador, através de Tiago Carrasco, aos 8 minutos de jogo, num lance de insistência, com o jovem jogador à boca da baliza a bater o guarda redes Miguel Monte. Em desvantagem no marcador a equipa comandada pelo técnico João Reis, foi na busca do golo e foi a equipa da casa que aos 10 minutos chegou ao 2 – 0, perante o desalento nas hostes forasteiras

Em vantagem no marcador a turma comandada pelo técnico Manuel Batista, ganhava confiança e exercia domínio sobre o adversário que aos poucos se recompôs e começou a assumir um maior caudal ofensivo, mas que acabou por ir para o intervalo em desvantagem.

Na segunda parte o cariz do jogo foi outro, o técnico João Reis optou por fazer entrar para a baliza Miguel Correia, o certo é que  decorridos 3 minutos de jogo, Daniel Almeida é ultrapassado  Ricardo Morais, com este a ser agarrado pela camisola, com  o árbitro a não ter dúvidas e a assinalar a infração e apontar para a marca de grande penalidade, na conversão da mesma Tiago Carrasco, com um remate forte levou o esférico anichar-se nas redes da baliza de Miguel Correia, sem hipóteses para este.

A formação da Moita,impediu para já a festas dos benfiquistas da Charneca de Caparica      

Em oito minutos a turma da Moita chegou ao empate com três golos de João Pinheiro


A vencer por 3 -0, já os adeptos da equipa da casa festejavam o titulo, embora ainda com muito jogo para se jogar e de fato tudo mudou para melhor por parte da equipa forasteira, com  o técnico a colocar João Pinheiro, como pivô, atuando de costas para a baliza de Francisco Rodrigues, obrigando um defensor da equipa visitada, a jogar nas costas do jogador do Bairro Novo e tudo se transformou, com a equipa da Moita a chegar ao empate em apenas  8 minutos, com os golos a serem marcados por João Pinheiro que foi um quebra cabeças para a equipa liderada pelo técnico Manuel Batista que a partir daí procurou uma toada mais defensiva.

Com a partida empatada, a equipa da casa tremeu e atuou mais na zona do seu meio campo, trocando a bola, numa tentativa de travar mais o caudal ofensivo da turma da Moita. Com João Pinheiro já desgastado, o técnico João Reis, optou por o substituir entrando para o seu lugar Ricardo Lopes, com este jogador a causar também muito calafrios para a turma da Casa do Benfica, no qual o golo esteve muito perto de acontecer.

A equipa da casa, tentou sacudir a pressão do seu adversário e quando o fez, não levou perigo ao ultimo reduto da turma visitante e com o tempo a aproximar-se do seu termo, a equipa da Charneca de Caparica  consegui aguentar o impeto do adversário a garantir o empate que mantém a equipa a depender apenas de si para conquistar o titulo distrital

O resultado final  aceita-se embora pelo que fez na segunda parte a equipa visitante,foi a equipa que mais perto esteve da vitória.

Um nota positiva para o Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Setúbal, pela nomeação para este jogo decisivo, da experiente dupla de árbitros, Rui Moital e Hugo Grilo, a qual realizou  uma excelente arbitragem.

A dupla de árbitros e os capitães,Francisco Rodrigues  e Rúben
Saramago


Ficha técnica
Partida disputada no Pavilhão Municipal da Charneca de Caparica. Ao intervalo: 2 – 0. Resultado final: 3 – 3.
Árbitros; Rui Moital e Hugo Grilo

As equipas alinharam como seguinte cinco inicial:

Casa do Benfica da Charneca de Caparica: Francisco Rodrigues(cap.); Ricardo Morais, Tiago Ribeiro, Tiago Carrasco e Bruno Frota. Daniel Carqueja, Diogo Mesquita, João Pedro Santos, Duarte Almeida, Diogo Marques, Duarte Almeida e Pedro Moreira.

Treinador: Manuel Batista

Treinador adjunto: Pedro Nunes

Delegados: Ana Filipa Sabala e Pedro Rosa

Técnico Audivisuais: Mário Pauleta

A.M. Bairro Novo/Moita:  Miguel Monte; Tiago Pinto, João Pinheiro, Rúben Gonçalves e Miguel Cunha. Miguel Correia, Daniel Almeida, Edgar Vicente, Tiago, Rúben Saramago, Ricardo Lopes e Ivan Mendonça.

Treinador:  João Reis

Treinador Estagiário: João Almeida

Delegados: Carlos Saramago e César Pinheiro

1ª parte 
1 - 0, aos 8 minutos por Tiago Carrasco
2 – 0, aos 10 minutos por Bruno Frota

2 ª parte
3 – 0, aos   3 minutos por Tiago Carrasco, na conversão de uma grande penalidade
3 – 1, aos 4 minutos por João Pinheiro
3 – 2, aos 8minutos por João Pinheiro
3 – 2, aos  12 minutos por João Pinheiro

João Pinheiro,autor dos três golos da sua equipa
Casa do Benfica da Charneca de Caparica a uma vitória do título
A nona jornada da fase final de apuramento do Campeão, poderia ter ditado já o campeão, mas o empate verificado jogo Casa do Benfica e a AM Bairro Novo adiou para a ultima jornada a questão do titulo, para isso terá que a turma do Bairro Novo vencer o jogo em atraso, relativo à 3 ª jornada a realizar no dia 2 março no reduto do São Francisco.
Caso a turma da Moita, não vença, a Casa do Benfica da Charneca de Caparica, sagra-se desde logo campeã a uma jornada do fim.

Os resultados da 9 ª jornada realizados no dia 25 de fevereiro foram os seguintes:

Clube Recreativo Piedense 3 – 0 CA Santa Marta do Pinhal
Casa do Benfica da Charneca de Caparica 3 -3 AM. Bairro Novo /Moita
FC São Francisco 3 – 2 GMDUP Vendas de Azeitão

Classificação: 1 º Casa do Benfica Charneca de Caparica, 23 pontos; 2 º Associação Moradores Bairro Novo/Moita, 18; 3 º CF São Francisco,13;4 º CR Piedense,9; 5 º GMDUP Vendas de Azeitão,8 e 6 º CA Santa Marta do Pinhal




1 comentário: