Noticias

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

FUTSAL »Torneio Nacional Interassociaões; Beatriz Sanheiro “Esperava marcar golos, mas não tantos”

A jovem atleta,Beatriz Sanheiro,foi a goleadora de serviço da seleção distrital da AFSetúbal


A Seleção Distrital da AF Setúbal de futsal feminino sub-17 fechou esta terça-feira de manhã, com um triunfo, por 5-3, diante da congénere de Leiria, uma participação amplamente positiva (três triunfos em quatro jogos) no Torneio Nacional Interassociações.

A jogadora Beatriz Sanheiro assumiu particular destaque no seio da Seleção Distrital da AF Setúbal de futsal feminino sub-17. No Torneio Nacional Interassociações, a jovem atleta contribuiu, nada mais, nada menos, com o brilhante registo pessoal de 14 golos, nos três triunfos conseguidos pelas nossas valentes nos quatro jogos disputados a Norte.

“Esperava marcar golos, mas não tantos”, começou por reagir ao afsetubal.pt a jovem futsalista Beatriz Sanheiro, no final do último dos quatro jogos disputados pela nossa seleção de futsal no feminino sub-17 no âmbito da edição 2017 do Torneio Nacional Interassociações.

Os 14 golos assinados pela atleta de 15 anos (um, no jogo frente a Bragança; 6, contra Beja; 4, perante Portalegre, e mais três diante Leiria) valeram-lhe, naturalmente o estatuo de melhor marcadora da nossa seleção na prova interassociativa.

O ‘engano’ do selecionador

“Estivemos bem ao longo de todo o torneio. Foi pena o primeiro jogo, em que acabamos por perder, mas no qual tivemos muitas oportunidades para evitar esse desfecho. Contudo, no cômputo geral, creio que fizemos uma boa prova”, avaliou a atleta que chegou à seleção oriunda da Academia Desportiva Infantil Juvenil Bairro Miranda. Aliás, Beatriz Sanheiro, entre as 12 eleitas, foi mesmo a única atleta convocada para este torneio de um clube que não o Futsal Feijó – Associação Desportiva de Laranjeiro e Feijó.

“Acho que o selecionador distrital se enganou! (risos)”, reagiu a goleadora Beatriz Sanheiro quando instada a comentar a sua chamada à seleção.

“As minhas colegas receberam-me muito bem e formámos um grupo muito unido e ambicioso e isso foi o mais importante desta jornada competitiva”, vinca a jovem futsalista, natural de Setúbal, a residir em Pinhal Novo.

Para Beatriz Sanheiro, que pratica a modalidade desde 2010, altura em que foi vista a jogar num rinque e como consequência um convite para alinhar no Bairro Miranda, o fato de representar a seleção da AF Setúbal “é um motivo de grande orgulho e um passo sempre importante na carreira”.

Aliás, o futsal é uma paixão que segue a palpitar. “O meu objetivo é tornar-me jogadora profissional”, revela Beatriz Sanheiro, “boa aluna” do 10.º ano da E.S. Pinhal Novo, que confessa aguardar por um convite para poder representar um clube com maior projeção no cenário competitivo nacional.


Fonte e Foto: afsetubal.pt


Sem comentários:

Enviar um comentário