Noticias

segunda-feira, 8 de maio de 2017

ARBITRAGEM »» RELATÓRIOS DOS ÁRBITROS PÚBLICO EM 2017/18


Jose Fontela Gomes, Presidente do Conselho de
Arbitragem. Foto: FPF/  André Sanano
 A Direção da Federação Portuguesa de Futebol decidiu esta segunda-feira que na época 2017/18 os relatórios de jogo das equipas de arbitragem, nas competições profissionais, passarão a ser divulgados publicamente.
Os relatórios de jogo das equipas de arbitragem serão divulgados no site fpf.pt depois de concluída a análise e publicadas as decisões do Conselho de Disciplina.
A decisão da Direção da FPF foi tomada depois de consultados o Conselho de Arbitragem e o Conselho de Disciplina.
A divulgação pública dos relatórios de jogo das equipas de arbitragem é o compromisso número 5 do programa da FPF para 2016/2020. Na apresentação pública do seu programa, o Presidente da FPF já afirmara que a transparência nas decisões de Arbitragem e Justiça seria um dos alicerces do novo mandato.  
“Atendendo à necessidade constante de ajudar todos os intervenientes – nomeadamente os adeptos - a conhecer e compreender todas as dimensões do futebol, o Conselho de Arbitragem entende que a divulgação pública dos relatórios de jogo das equipas de arbitragem é uma boa prática, amiga da transparência, e deve ser tomada a partir do início da época 2017/18”, afirmou o presidente do Conselho de Arbitragem, José Fontelas Gomes.
O Presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, Luciano Gonçalves, em declarações ao fpf.pt, também demonstrou a sua anuência à proposta de divulgação dos relatórios dos árbitros: "A APAF manifesta a sua inteira concordância com esta decisão da Federação Portuguesa de Futebol e do Conselho de Arbitragem.Os relatórios das equipas de arbitragem são elementos estruturantes do futebol, nomeadamente o futebol profissional, pelo que não vemos qualquer entrave à divulgação pública, nos termos definidos pela FPF", afirmou.
O responsável máximo pela APAF elogiou igualmente a política de transparência e proximidade com o adepto que esta medida implica: "Este era um dos objectivos que nos tínhamos proposto atingir. É mais uma prova da procura da transparência que se pretende para o futebol e para a arbitragem.A divulgação dos relatórios permitirá aos adeptos ter conhecimento direto sobre os factos do jogo e compreender melhor as tarefas da equipa de arbitragem, contribuindo para a transparência", terminou.

 Fonte e Texto:  Site FPF

Sem comentários:

Enviar um comentário