Noticias

domingo, 7 de maio de 2017

Nos 90 anos da Associação de Futebol de Setúbal, foi entregue o titulo de Sócio Honorário a Joaquim Sousa Marques, ex-presidente da AF Setúbal

Sousa Marques serviu a instituição durante quase três décadas [1988 a 2016]
O galardoado, Sousa Marques ladeado pelo presidente a direção da AFS
(Francisco Cardoso) e pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral da AFS
(Octávio Machado)



"Gostaria igualmente de agradecer, à Direção da Associação de Futebol de Setúbal pela proposta de atribuição do titulo de Sócio honorário apresentada à Assembleia Geral, bem como aos sócios da Associação de Futebol de Setúbal, clubes e núcleos de árbitros, pela sua aprovação e pelas manifestações transmitidas.
Fiquei sensibilizado e agradeço a honrosa e significativa distinção que me foi concedida.

De facto gostaria de partilhar convosco o que sinto, mas não é fácil neste momento transmitir esses sentimentos".

Nas comemorações da passagem dos 90 anos da Associação de Futebol de Setúbal, realizada  na sexta feira dia 5 de maio, na Casa de Ermelinda Freitas,em Fernão Pó,Palmela e em que estiveram presentes cerca de 300 convidados,em representação dos clubes das regiões bem como, representante da Federação Portuguesa de Futebol.Liga Arbitragem e Associações,a direção da Associação  de Futebol de Setúbal fez entrega do titulo de Sócio Honorário ao ex-presidente Joaquim Sousa Marques que  tinha sido aprovado em Assembleia Geral.

O dr º Joaquim José Sousa Marques, que em 1988 integrou como vogal, o Conselho de Contas da Associação de Futebol de Setúbal e sempre na Associação de Futebol de Setúbal em 1992 foi eleito Presidente do Conselho de Contas, em 1996 Vice-Presidente Financeiro da Direção e em 1998 assume o cargo de Presidente da Direção, cargo que manteve durante 18 anos, até 2016.
"O futebol permitiu-me aprender muito, foi uma experiência de vida incrível e no futebol fiz muitos amigos, de Norte a Sul do Distrito, mas também de Norte a Sul do País, sem esquecer as ilhas". Joaquim Sousa Marques

Segue na integra a intervenção do homenageado:
O seu nome ficará ligado à Taça AFS, já que por proposta da
direção da AFSetubal, a taça passa-se a chamar "Taça AFS - Joaquim 
José Sousa Marques" Na imagem na da entrega da taça ao capitão
do Amora,a da edição de 2015/2016, em que os amorense
venceram o Beira Mar de Almada

“Em primeiro lugar gostaria de agradecer o convite que me foi endereçado, extensivo à minha esposa, para estar presente no jantar do 90 º Aniversário da Associação de Futebol de Setúbal, que naturalmente aceitei de bom grado e com imensa satisfação.

Depois gostaria de felicitar a Associação de Futebol de Setúbal pela comemoração de mais um aniversário. São já 90 anos ao serviço do futebol, que faz parte integrante do ADN deste Distrito e das suas gentes. São quase tantos anos quantos os que o Distrito tem de existência, uma vez que este foi criado no dia 22 de Dezembro de 1926, e a Associação foi fundada logo de seguida cerca de 5 meses depois em 5 Maio de 1927.

Por último gostaria igualmente de agradecer, à Direção da Associação de Futebol de Setúbal pela proposta de atribuição do titulo de Sócio honorário apresentada à Assembleia Geral, bem como aos sócios da Associação de Futebol de Setúbal, clubes e núcleos de árbitros, pela sua aprovação e pelas manifestações transmitidas.

Fiquei sensibilizado e agradeço a honrosa e significativa distinção que me foi concedida.
De facto gostaria de partilhar convosco o que sinto, mas não é fácil neste momento transmitir esses sentimentos.

Estar hoje aqui perante vós nesta condição, depois de ter desempenhado funções, de forma voluntária, ao longo de 28 anos na Associação de Futebol de Setúbal, e tendo assumido a condução dos destinos da Associação, como Presidente da Direção, nos últimos 18 anos, deixa-me com uma sensação estranha.

Contudo esta foi a opção que escolhi, e o caminho que percorri, e que me permitiu conhecer de perto a realidade dos clubes filados e dos núcleos de árbitros, estabelecer laços de amizade com muitos dos seus dirigentes, treinadores, árbitros, praticantes e que naturalmente devem permanecer por muitos e longos anos.

O futebol permitiu-me aprender muito, foi uma experiência de vida incrível e no futebol fiz muitos amigos, de Norte a Sul do Distrito, mas também de Norte a Sul do País, sem esquecer as ilhas.

O trabalho que desenvolvi ao serviço da Associação foi sempre efetuado de acordo com as minhas convicções, conhecimentos e disponibilidade, naturalmente com a legitimidade que me foi conferida pelos diversos sufrágios a que me submeti, sem privilegiar ninguém, sem olhar à dimensão ou à cor da camisola dos clubes, mas atendendo à realidade especifica de cada um.

"Terminei um ciclo com a sensação de dever cumprido e com orgulho no trabalho realizado".
Muitos dirigentes estiveram presentes,aqui pode-se ver
Fernando Pedrosa ex-presidente da AFS e do Vitória de
Setubal

Não enjeito o meu passado e felizmente posso andar na rua de cabeça erguida como sempre estive, estou e estarei.
Durante todo este tempo tudo o que foi acontecendo no futebol distrital foi fruto do trabalho desenvolvido, não apenas por mim, mas por toda uma equipa que comigo trabalhou, sempre com a colaboração dos clubes filiados na Associação, dos núcleos de árbitros e das autarquias locais, pelo que, neste momento de reconhecimento, é justo não esquecer todos aqueles que contribuíram para esta situação.

Sempre fui adepto e cultivei uma politica de diálogo e de proximidade com todos os intervenientes no fenómeno desportivo a nível distrital, mas também a nível nacional com a Federação, com as Associações congéneres e com os restantes sócios da FPF. Sempre procurei os consensos, como a melhor forma de resolver as situações com que me deparei ao longo da minha atividade.

Sou moderado e que procuro também ser moderador.

Quando no dia 25/11/1988 iniciei funções nos órgãos sociais da AFS no dia, como vogal do Conselho de Contas estava longe de imaginar a atribuição do galardão que hoje foi materializado, depois de uma tão longa carreira, em que quem saiu prejudicado foi a minha família.
Mas também sei que hoje eles estão contentes e orgulhosos porque eu também o estou.
O dr Sousa Marques tendo ao seu lado direita a sua esposa

Neste momento não resisto em partilhar, até porque o autor não está presente, o post que o meu filho publicou na minha página do FB partilhando uma noticia da atribuição pela Direção da Associação do meu nome à Taça da Associação de Futebol de Setúbal, porque são estas mensagens que nos recompensam e que permitem perceber que apesar da nossa ausência familiar no acompanhamento mais efetivo do crescimento e da educação dos nossos filhos, isso não deixou marcas, porque alguém desempenhou e bem o nosso papel.

 Escreveu ele:
“Orgulho. É um orgulho ver, uma vez mais, a forma como todo o teu esforço, dedicação e devoção, que evidencias em tudo aquilo que fazes, se transformam em glória.
Este reconhecimento vem apenas reforçar ainda mais o excelente trabalho que desenvolveste, e que sempre soubeste escolher o caminho certo. É um orgulho ter-te como exemplo. És um orgulho Pai!”

Ao ler este texto, Sousa Marques, com a voz embargada e  devido à emoção que estava a sentir, após um novo  folgo continuou a sua intervenção.

"Esta é a melhor recompensa do nosso trabalho.
Resta-me agradecer uma vez mais a todos a vossa generosidade e desejar que consigam concretizar os vossos projetos e que alcancem os maiores êxitos na vossa atividade, que não é nada fácil, ainda que as vitórias desportivas de uns possam significar que outros não conseguiram, mas, como diz um velho amigo meu “o meu clube nunca perde, às vezes não ganha”.

O que é um facto é que, como em tudo na vida, todos ganhamos sempre, experiência, conhecimentos, amizades, valores e que o que é preciso é olhar para o futuro, com disponibilidade, com capacidade de trabalho e com vontade de vencer.

Eu nunca me esqueço do que sempre transmiti com convicção nos sorteios da Associação a que presidi e que hoje reafirmo com a mesma crença
O Fair Play também se ensina
e
O Fair Play defende o Futebol
É que nunca devemos perder de vista que um dos principais objetivos a atingir é o da formação dos jovens praticantes, a todos os níveis, numa perspetiva de crescimento e de evolução da modalidade.

Um abraço para todos

Saudações Desportivas

VIVA A ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL

VIVA O FUTEBOL”

No final da sua intervenção,foi ovacionado por todos os presentes, num sinal afetivo de admiração,respeito e de reconhecimento pelo que fez pelo desporto  no distrito de Setúbal.

Seguiu-se a entrega do titulo honorário ao grande "Sousa Marques" cujo nome vai ficar ao lado de outros grandes dirigentes que serviram a Associação de Futebol de Setúbal.

Um abraço » Joaquim Sousa Marques

                         
                        &&&---&&&
Segue-se o Curriculum Vitae de Joaquim Sousa Marques, que sustentou a proposta da Direção da AF Setúbal:
Sousa Marques,no uso da palavra

Joaquim José de Sousa Marques, natural do Barreiro, 57 anos, é casado também pai de um filho.
É Licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa e Quadro Técnico da CP – Comboios de Portugal
Foi praticante federado de Basquetebol e de Esgrima, tendo atingido a internacionalização no escalão Sub-21 nesta última modalidade
Iniciou-se na área do associativismo voluntário desde muito jovem na Sociedade Democrática União Barreirense “Os Franceses”, participando na organização de equipas para os Jogos Juvenis do Barreiro, mais tarde em Comissões Culturais e por fim integrou Direções da coletividade.
Em 1988 integrou como vogal, o Conselho de Contas da Associação de Futebol de Setúbal.
Sempre na Associação de Futebol de Setúbal em 1992 foi eleito Presidente do Conselho de Contas, em 1996 Vice-Presidente Financeiro da Direção e em 1998 assume o cargo de Presidente da Direção, cargo que manteve durante 18 anos, até 2016.
De entre as muitas realizações, promoveu o equilíbrio económico e financeiro da Associação, criando assim condições para a aquisição da sede social e lançou as bases para a construção de instalações desportivas, promoveu o desenvolvimento das seleções distritais, tendo estas obtido diversos pódios em torneios interassociações, iniciou e desenvolveu a variante de futebol de praia, foi responsável pela introdução do futsal nas competições da Associação, promoveu as condições para o incremento da arbitragem, fez da AFS a Associação piloto em muitas inovações no futebol, em colaboração com a FPF, nomeadamente a introdução de sistemas informáticos e de comunicação, granjeou reconhecimento e mérito nas propostas pelas diversas intervenções nas Assembleias Gerais da FPF e foi o impulsionador pela introdução do cartão branco no futebol em Portugal, na qual a AFS foi pioneira na época de 2015/2016.
Sousa Marques,na qualidade de presidente da 

AFS,no Encerramentodo Torneio de Escolinhas,

levado a cabo pela CMAlmada,na década de 90

Foi sempre um Presidente muito próximo dos clubes, recebendo-os ou visitando-os, e das suas preocupações, colaborando ou criando pontes de apoio em diversas iniciativas dos diversos clubes da Associação, em todo o Distrito, dando sempre especial atenção aos clubes do sul do distrito e da atração das populações e das autarquias pela prática do futebol que, por mais afastados geograficamente, necessitavam de maior apoio, nomeadamente através da organização de diversos eventos desportivos, de âmbito nacional.
Durante este período integrou ainda várias comissões formadas no seio da Federação Portuguesa de Futebol, para além de ter ainda integrado durantes vários mandatos a Comissão Delegada das Associações de Futebol Distritais e Regionais, tendo assumido a coordenação desta comissão durante alguns desses mandatos. Foi esta participação ativa que permitiu que diversos dirigentes, no âmbito da Associação de Futebol de Setúbal, tenham desempenhado cargos na FPF.
Distinções obtidas:
Distinguido pela Radio Baia 2001/2002, 2007/2008 e 2009/2010, com o Troféu Radio Baia
-Troféu Dirigente Carismático pela Radio Baia em 2002/2003
-Troféu Amizade pela Radio Baia em 2008/2009
Distinguido em 2010 e em 2016 pelo Grupo Desportivo de Sesimbra, na sessão solene de aniversário, com o reconhecimento pelos relevantes serviços prestados ao futebol
Prémio Ética Desportiva, atribuído em 2016 pelo Plano Nacional de Ética no Desporto / Instituto Português do Desposto e Juventude
Sócio Honorário do Grupo Desportivo “Os Amarelos” de Setúbal em 2016
Distinguido com o Canário de Ouro em 2017 pelo Charneca da Caparica Futebol Clube
Distinguido com o Emblema de Ouro do União Futebol Clube Moitense em 2017
Distinguido com o Prémio Dedicação e Mérito pelo Grupo Desportivo Fabril do Barreiro em 2017
Sócio Honorário do Núcleo de Confraternização de Árbitros de Futebol do Barreiro em 2017.

Foto:Joaquim Candeias/DesportoAlmada

Sem comentários:

Enviar um comentário