Follow by Email

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

DIVISÃO DE ELITE – SONHO XXI ACABA COM INVENCIBILIDADE DE YESHUA

DAVID ALMEIDA DÁ PRIMEIRA VITÓRIA NA ELITE COM UMA MANITA


Mais uma jornada na Divisão de elite. Uma primeira parte muito bem disputada, em que o golo do Sonho XXI, colocava a equipa com mais oportunidades de golo em vantagem ao intervalo. Apesar da determinação da equipa do Yeshua, aos poucos a equipa do Sonho XXI começava a controlar a partida, causando sempre bastante perigo, chegando mesmo ao golo durante o minuto 29 e ampliando ainda mais nos minutos seguintes (33, 34 e 36). A quantidade de golos que separava as duas equipas "desconcentrou" um pouco a equipa do Yeshua que só mesmo ao minuto 42 conseguiu ter uma boa oportunidade de golo que finalizou com sucesso, através de um remate potente de André Ramos. 

O jogo viria a baixar um pouco o ritmo até ao final da partida, com muita faltas e reposições de bola. Sonho XXI dá assim um passo importante e vê-se ser acompanhado pelo Barreiro Stara Zagora que ultrapassou os Colchoneros. Um jogo muito bem desenhado por parte da equipa do Barreiro. Sempre em controlo do jogo, com e sem bola, fizeram uma primeira parte esforçada que compensou com 3 golos e com muito poucas oportunidades por parte da equipa dos Colchoneros. 
A segunda parte aparentou ser diferente, com a equipa dos Colchoneros a entrar bem, no entanto mais um golo sofrido levou a novo controlo por parte do Barreiro. A equipa dos Colchoneros nunca "atirou a toalha ao chão", conseguindo mesmo reduzir para 5-1 no último minuto. 

No último jogo da jornada, Team United conseguiu a primeira vitória na prova. Jogo de sentido único. 1ª parte mais desequilibrada. A equipa do Barreiro pôs muita intensidade principalmente nos primeiros minutos do jogo. Geração 90 com muita dificuldade para passar do meio campo durante esses minutos. A 1ª oportunidade para os derrotados foi aos 21 minutos por Renato Nobre. Esta equipa começou melhor na 2ª parte mas mesmo assim ainda sofreram mais 5 golos. João Lourenço da Geração 90 foi o que errou menos e impediu que a derrota fosse maior. Ofensivamente Renato Nobre era o jogador que mais tentava marcar o golo de honra. David Almeida sentenciou o jogo com 5 golos.

SÉRIE ALMADA – GUNNERS E MELÕES FOGEM DOS RESTANTES

Gunners entraram mais pressionantes, o que fez com que o Aleixo errasse com frequência. Os Gunners, 1º remate à baliza, 1º golo, através de um canto e Tiago Nunes de 1 ª fuzilou a baliza adversária provando assim o seu ponto forte que é o remate. O golo do Aleixo foi através dum cruzamento-remate por parte do capitão Sérgio Vieira. Foi um encontro com boa disposição apesar do resultado e apenas 3 faltas no encontro. Hugo Silva, Rúben Duarte e Tiago Nunes bisaram. Tiago Nunes fez um bom jogo defensivamente na vitoria dos Gunners. 

Pinos e Melões tiveram um jogo em grande. Com 0-2 ao intervalo para os Pinos, adivinhava-se que o vencedor já estaria definido, mas a 2ª parte foi mais equilibrada e José Capela bisou em 2 minutos  e lançou a incerteza no jogo. Conseguiram mesmo dar a volta a 5 minutos do fim por José Capela novamente. Os últimos 5 minutos do jogo foi um grande sufoco para os Melões e no último lance do encontro ocorreu um empate dramático 3-3. Jogo bom de se ver na perspectiva da incerteza do resultado. Henrique Souza marcou para os Pinos e foi o melhor da sua equipa. 
Do lado dos Melões Nuno Miranda fez um jogo excepcional assistindo os colegas, desarmando, fintando e rematando. Fez quase tudo em campo. Nuno Pina o GR dos Melões também fez uma grande exibição e num lance fez 3 defesas.

Por fim, Jogo muito equilibrado entre Surprise e Santa Marta, com ligeira supremacia deste segundo. Contudo, o Surprise vencia 2-1 ao intervalo com dois golos de livre direto de Paulo Santos. A 2ª parte foi mais proveitosa para o Santa Marta que procurou muito o empate e conseguiu a 8 minutos do final.  André Santos foi o melhor do Santa Marta marcando um golo e Paulo Santos o melhor da equipa do Montijo pelo seu bis e orientando sempre a sua equipa. O GR do Surprise também defendeu em algumas vezes evitando a derrota.

SÉRIE BARREIRO – JOGO DE LOUCOS DEU CANARINHOS

Tarde começou com o embate entre o Ba-yern e a equipa do Palhais. Que começou interessante, com ambas as equipas a colocarem intensidade nos lances. Remate de longe de Pedro Valente a meio da primeira parte, destabilizou a partida. Motivaram o Ba-yern e fizeram baixar a intensidade do Palhais que levaram nova facada em novo remate de longe de António Santos. O 3-0 veio no cair do intervalo e a 2ª parte em 2 minutos teve outros 2 golos, e assistiu-se a uma ligeira reacção do Palhais reduzindo para 5-1. Ba-yern tomaria conta do jogo e ganharia mesmo por 8-1 que assim sobe ao 1º lugar juntamente com os Canarinhos. 

Canarinhos e Academia MH disputaram o jogo mais espectacular da tarde no Barreiro. Canarinhos chegaram aos 15 minutos a vencer por 3-0 e parecia uma vitória fácil. MH reduziu antes do intervalo e aos 7 minutos da 2ª parte já tinha empatado, num jogo futebolístico muito interessante para quem assistia. Víamos tabelas, viragens de jogo e jogadores a aparecer ao 2º poste, jogo a um toque, e emoção. Tudo o que se deseja num só jogo. O 4-3 veio pela voz de Hugo Fernandes, que após ver o seu avançado bloqueado por um defesa gritou “trás trás” e foi só encostar dando novamente vantagem aos Canarinhos. Paulo Barreto voltou a comandar as tropas, e voltou a empatar a partida. Canarinhos, marcaram um golo decisivo por João Pais que numa bomba  acabou por dar uma vantagem muito festejada. A 3 minutos do fim Miguel Aires marcou o golo que parecia acabar com a partida, não fosse Alex voltar a marcar. 2 minutos de ansiedade, mas a vitória sorria mesmo aos Canarinhos.

Quem aproveitou para subir na classificação foram os F-Street que tiveram pela frente os Tubarões Azuis. Jogo que começou bem disputado, foi com alguma facilidade que o F-Street chegou a vantagem de 2-0. Tubarões alteraram algumas posições e colocaram João Nunes no meio-campo que mudou o jogo da equipa, recuperando a bola mais a frente, mais vezes e mais cedo. Foi assim que Gni reduziu para 2-1 trazendo algum interesse a partida. O capitão Leandro Belmonte foi fundamental em querer gerir o ritmo da partida. Baixaram o ritmo e quando sentiram o cansaço do adversário voltaram a atacar com Bruno Anuo em destaque a acabar a partida com um hattrick.

SÉRIE SETÚBAL – NINGUÉM PARA OS SADINOS

3ª jornada da Liga de Inverno em Setúbal, com o Desportivo a querer vingar a derrota na taça contra o Robin Schulz. Uma entrada muito "atrevida" por parte da equipa do Robin, originando uma situação clara de golo ao enviar um remate à trave da baliza do Desportivo Sul. No entanto, a falta de objectividade dos Robin e o golo sofrido, um pouco "contra a corrente do jogo", levou a que, aos poucos, o Desportivo Sul controlasse a partida. Na segunda parte o jogo teve total controlo por parte da equipa do Desportivo Sul, em que dispôs de várias oportunidades de golo, mas só a conseguir dilatar e fixar o resultado final, de 2-0 aos 42 minutos.

 Deixa que eu Chuto e Dispensados, tinham de ganhar esta partida para se manterem na luta pela próxima fase. Uma primeira parte bem disputada, sem grandes oportunidades claras de golo, justificando o empate 1x1 ao intervalo. No segundo tempo, a equipa dos entrou melhor, com maior controlo e conseguiu mesmo marcar dois golos em 5 minutos por Pedro Duarte. Os golos deixaram a equipa do Deixa que eu Chuto algo desorientada, mas que mesmo não estando em controlo, conseguiu reduzir a 6 minutos do fim da partida. No entanto, já em cima do apito final a equipa dos dispensados acabaria por fixar o resultado final com mais um golo (4x2). 

Grande jogo foi entre Sadinos e Chape, duas equipas que ainda não tinham perdido nesta Liga de Inverno. Grande jogo com 4 golos nos primeiros 10 minutos e 3 golos nos últimos 5 minutos! Um jogo muito intenso, bastante repartido e que apenas foi susceptível de dar a parecer em controlo, por parte dos Sadinos, após o 4º golo, já perto do Intervalo. Ainda assim, grande atitude por parte da equipa da Chape, nunca baixando os braços e sempre a disputar o "jogo pelo jogo". Sem dúvida que a eficácia durante o primeiro tempo foi fundamental para a vitória bem conseguida, mas suada por parte da equipa dos Sadinos.

Laranjeiro







Domingo,
22 de Janeiro






18h00
The Gunners
8
vs
1
Aleixo FC
Liga de Inverno
3ª Jornada
19h00
Geração 90
0
vs
8
Team United FC
Divisão de Elite
3ª Jornada
20h00
AC Melões
3
vs
3
Pinos FC
Liga de Inverno
3ª Jornada
21h00
Surprise Team
2
vs
2
Santa Marta FC
Liga de Inverno
3ª Jornada








Barreiro







Domingo,
22 de Janeiro






19h00
Ba-yern
8
vs
1
G.R.D. Palhais
Liga de Inverno
3ª Jornada
20h00
Canarinhos F7
6
vs
5
Academia MH
Liga de Inverno
3ª Jornada
21h00
Tubarões Azuis
1
vs
7
F-Street
Liga de Inverno
3ª Jornada








Setúbal







Domingo,
22 de Janeiro






17h00
Robin Schulz
0
vs
2
Desportivo Sul United
Liga de Inverno
3ª Jornada
18h00
Sadinos
6
vs
3
Chapa
Liga de Inverno
3ª Jornada
19h00
Sonho XXI
5
vs
1
Yeshua FC
Divisão de Elite
3ª Jornada
20h00
Dispensados FC
4
vs
2
Deixa que eu Chuto
Liga de Inverno
3ª Jornada
21h00
Colchoneros
1
vs
7
Barreiro Stara Zagora
Divisão de Elite
3ª Jornada


Sem comentários:

Enviar um comentário