Follow by Email

sábado, 18 de março de 2017

Torneio Interassociações »Sub-16 da AF Setúbal travadas pela corrida ao título



O título já não é possível. A partir das 16 horas, a AF Setúbal enfrenta a AF Évora
As guerreiras da AFSetúbal

Depois de estar por duas vezes em vantagem no marcador, a Seleção Distrital da AF Setúbal sub-16 acabou por sair derrotada no confronto com a congénere do Porto, no jogo de abertura das nossas guerreiras na Fase Final do Torneio Nacional Interassociações, que tem lugar na Póvoa de Varzim, Porto.

O título já não é possível. A partir das 16 horas, a AF Setúbal enfrenta a AF Évora

Deram tudo em campo durante os 50 minutos de jogo, mas o desfecho da partida, realizada esta manhã (9h30, num dos relvados do Complexo Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim) diante da seleção anfitriã traiu a esperança das jovens guerreiras da AF Setúbal em seguir na prova com a possibilidade de chegar ao título nacional.

Frente às portuenses, a nossa seleção, liderada pelo treinador Rúben Conceição, entrou a mostrar maior domínio, mas a supremacia bateu com estrondo, por duas vezes, nos postes da baliza adversária.

Sem baixar os braços, as guerreiras da AF Setúbal insistiram e à terceira foi de vez. Íris Folques, num grande trabalho individual, atirou a contar para o golo que inaugurou o marcador.

Contudo, Rúben Conceição já tinha alertado para o valor das jogadoras do Porto e a reação à desvantagem da seleção da casa chegou já muito perto do tempo de intervalo.

Uma igualdade (1-1) que, por aquilo que a AF Setúbal mostrou, não era o parcial mais ajustado.

Penálti duvidoso dá empate

Durante o intervalo, o responsável técnico da AF Setúbal reforçou a motivação das atletas e as guerreiras deram a resposta, poucos minutos passados do recomeço da partida.

De uma falta dentro da área sobre a aniversariante Érica Monteiro (faz 14 anos hoje), que não deixou dúvidas, Ana Assucena assumiu a responsabilidade da cobrança e, de penálti, devolveu a vantagem à AF Setúbal (2-1).

Contudo, ainda havia mais alguns minutos para a bola rolar e a AF Porto aproveitou para dar a volta… de penálti.

Uma alegada falta que não convenceu a equipa técnica da AF Setúbal e as mais de duas dezenas de incansáveis apoiantes das nossas guerreiras que presenciaram o jogo, levou a equipa de arbitragem a decidir-se pela marcação de um pontapé de penálti a favor das portuenses.

A AF Porto festejou a eficácia do pontapé certeiro (2-2) e ganhou motivação.

As nossas guerreiras esforçaram-se para contrariar a toada ofensiva adversária, mas sentiram, de fato, o ascendente das oponentes a 4 minutos do apito final, quando a AF Porto acabou com a indefinição do resultado, ao marcar o 3-2.

Segundo embate contra Évora

Face ao desaire, cabe agora à nossa seleção lutar pela 5 ª posição final, o melhor lugar que pode alcançar na edição 2017 do torneio interassociações de futebol no feminino sub-16.

A partir das 16 horas, as nossas guerreiras voltam a entrar em campo frente à AF Évora, adversária que saiu derrotada por 5-4, no embate com a Guarda.

Refira-se que a Direção da AF Setúbal, que já conta na comitiva com Rui de Carvalho e Amadeu Mota, reforçou-se com a presença de João Aires, vice-presidente Desportivo da AF Setúbal, no apoio às nossas guerreiras.

Fonte e Foto:  JG /afsetúbal


Sem comentários:

Enviar um comentário