Follow by Email

sábado, 29 de abril de 2017

Estamos a trabalhar para que o Liberdade Futebol Clube, desperte dessa travessia pelo deserto"» palavras de José Gregório,presidente do Liberdade FC



Da esquerda para a direita; Daniel Paixão(dirigente e treinador), José Gregório,
presidente do Liberdade F.C, Filipe Ramos(2 º tesoureiro) e
Pedro Miguel( dirigente e treinador).


O Liberdade Futebol Clube, coletividade de Mutela, cuja data da sua fundação remonta a 28 de maio de 1920 e que ao longo de décadas foi uma coletividade muito participativa a nível desportivo e social com várias modalidades no seu seio, abalançou nos finais da década de 90, para o grande projeto que foi  a criação de infraestruturas desportivas, uma delas foi a transformação do seu recinto desportivo polivalente descoberto, para ai ser construído o Pavilhão Gimnodesportivo, para acolher as suas modalidades desportivas. 

A direção de então liderada pelo presidente Carlos Pina   e em conjunto com os sócios para além dessa grande infraestrutura desportiva, a qual contou com o apoio da Câmara Municipal de Almada, avançou também para a aquisição da sua atual sede, os anos foram passando e a coletividades passou por alguns momentos delicados, a nível de dirigentes, mas conseguiu ultrapassar e hoje o Liberdade Futebol Clube começa a ter uma nova vida com a chegada de gente nova.  Agora tem como presidente José Gregório, ele que transitou da anterior direção, mas agora como líder da coletividade, saído das eleições realizadas em fevereiro de 2017.

“Desporto Almada” deslocou-se às instalações do clube, situadas na Rua Manuel Febrero, nº 3, em Mutela, Cova da Piedade e aí falamos com o presidente da coletividade, que estava acompanhado pelos os dirigentes, Filipe Ramos que tutela o futsal e os técnicos, Pedro Miguel e Daniel Paixão, eles que também fazem parte dos órgãos sociais da coletividade, sobre os anseios, neste virar de página do Liberdade Futebol Clube.

José Gregório, presidente da direção, começou por agradecer a nossa presença nas instalações da coletividade e falou dos anseios do clube e da sua equipa diretiva:

- “Somos uma equipa jovem, ambiciosa e estamos a trabalhar para que o Liberdade Futebol Clube, desperte dessa travessia pelo deserto, ou seja queremos a coletividade viva e inserida no meio associativo, queremos que os sócios voltem a frequentar mais assiduamente as instalações do clube, para que hajam uma maior ligação, direção, associados e atletas e recuperar uma coletividade que nos últimos anos passou por muitas vicissitudes, e em que esteve quase a fechar.Queremos  voltar a dar voz ao Liberdade Futebol Clube, dizer que está viva e bem viva”
O pequeno ginásio do boxe.

Quais são as modalidades que o clube pratica?

-“O Liberdade FC, neste momento tem a Pesca Desportiva, modalidade federada e o Boxe, também a nível federado, essa  última  em 2016  alcançou o titulo de vice-campeã nacional através a jovem Joana Carvalho de apenas 16 anos de idade, uma modalidade em que temos cerca de 40 atletas  e por fim o Futsal, uma modalidade implantada no clube recentemente e que tem participado em vários torneios no concelho e fora mesmo do distrito de Setúbal, mas os meus colegas aqui decerto irão falar sobre o futsal. Tivemos também a patinagem artistica, mas por motivos alheios à direção,a mesma abandonou o clube, devido ao seu responsável querer mais horas de utilização de Pavilhão".

"Mas temos uma grande obra para realizar que é a restauração da parte antiga da sede social bem como a fachada do edifício"

Fale dos melhoramentos já realizados e das prioridades a realizar?

“Uma da nossa prioridade foi a colocação de um novo tecto falso, no salão/bar, por outro lado colocamos nova iluminação no Pavilhão Gimnodesportivo bem como outras pinturas. Mas temos uma grande obra para realizar que é a restauração da parte antiga da sede social bem como a fachada do edifício, como pode constatar a sede está em péssimas condições essas sim são as grandes obras a implementar no presente. Para isso temos já agendada uma reunião com o Vereador António Matos”.

Quais são as receitas do clube?

-" São poucas, do aluger do pavilhão, para a realização de jogos e de treinos e  do aluger do bar,essas são as nossas receitas":

Para o dirigente, Filipe Ramos, responsável pela modalidade de futsal, a mesma tem todas as condições para triunfar, tendo acrescentado:

-”. Temos um projeto sustentável com a aposta na formação, já temos perto de 40 jovens, alguns vindo mesmo de zonas carenciadas, por outro lado temos uma parceria muito frutuosa, com o Santa. Marta de Corroios, e iremos participar na Liga Eclet e  e por outro lado temos vindo a realizar vários jogos treinos e outros em torneios, para os quais temos sido convidados . A meta seguinte é inscrever uma equipa de sub-20, nas provas da Associação de Futebol de Setúbal”.

Por sua vez os  técnicos, Pedro Miguel e Daniel Paixão estão entusiasmado, com o trabalho que têm vindo a realizar, no futsal, realçando mesmo os vários convites que chegam ao clube, para participarem em torneios, Pedro Miguel, destacou o  trabalho  desenvolvido e a desenvolver, no sentido de acolher os jovens para a pratica desportiva de futsal e apelou aos sócios para voltarem a frequentar  o bar da sede que está aberto todo o dia, realçando que o clube vai participar em seniores na Liga Elecrec- Seixal e que estão a trabalhar com vista a organizar o campeonato sénior amador, se possível no concelho de Almada.
O Pavilhão  do Liberdade,inaugurado a 28 de maio
de 2000


 Os corpos gerentes saídos das eleições para o Biénio 2017/2018

Mesa da Assembleia Geral
Presidente – António Silva
1 º Secretário – Flávio Merêncio

2 º Secretário – Alix André Barbosa


Conselho Fiscal
Presidente – Ramiro Silva

Secretário -  João Santos
Relator – José Calceteiro

Direção

Presidente – José Gregório

Vice-Presidente – Paulo Gracioso

1º Tesoureiro – José Melo

2 º Tesoureiro -  Filipe Ramos

Secretário – Joel Santo

1 º Vogal – Pedro Miguel

2 º Vogal – Daniel Paixão


4 comentários:

  1. Com que então os srs treinadores sem curso e que fizeram uma primeira volta da liga eclerc de 6 derrotas em 7 jogos, estäo contentes com o trabalho realizado...muito bom!! Parabens, continuem o bom trabalho.

    ResponderEliminar
  2. Vão jogar à borla. Que lindo! Chutaram para canto a patinagem. Boa estratégia

    ResponderEliminar
  3. Clube longe da rua metido num buraco com sócios bebados e batoteiros. Não vale nada.

    ResponderEliminar
  4. O futsal da LFC já pôs os patins à patinagem artística, resta saber quem irá de vela a seguir.

    ResponderEliminar