Follow by Email

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Quintajense FC faz história no futebol feminino,ao sagrar-se campeã do Campeonato Nacional de Promoção depois de ter garantido o acesso à Liga Allianz

Quintajenses foram verdadeiramente fenomenais, na terra dos fenómenos!

À inédita subida ao patamar maior da competição, a equipa de futebol feminino do Quintajense Futebol Clube somou a conquista do prestigiado título nacional.
Este domingo, no Entroncamento, no jogo de atribuição do troféu maior do Campeonato de Promoção, três golos sem resposta valeram o triunfo e reabriram os festejos das guerreiras quintajenses, que escreveram o seu nome da história do futebol feminino do clube e da região.

As futebolistas do Quintajense FC conquistaram este domingo, à tarde, no relvado do Complexo Desportivo do Bonito, no Entroncamento, o título de campeãs do Campeonato Nacional de Promoção, depois de derrotarem a UR Cadima, emblema sedeado em Cantanhede (AF Coimbra), por 3-0, na final absoluta da competição referente ao segundo patamar competitivo do futebol feminino da FPF.

A época já estava rotulada de histórica para a formação quintajense, que recentemente havia assegurado a inédita subida à Liga Allianz, o campeonato maior do futebol feminino luso. Mas, este conto ainda reservou um derradeiro episódio com novo, final feliz.

Com o presidente da Direção da AF Setúbal, Francisco Cardoso, e o diretor Rui de Carvalho, na bancada, os cerca de 100 adeptos que viajaram da Quinta do Anjo com a ambição de verem de perto a conquista do ‘caneco’ pelas suas futebolistas, marcaram o ritmo, no que respeita ao caloroso apoio à equipa, num jogo em que a vitória assentou, com inteira justiça, às quintajenses.

Depois do apito inicial, não foi preciso esperar muito tempo para que a equipa do Quintajense se mostra a grande vontade de conquistar a taça.

Mais rematadoras, mais dominadoras e mais esclarecidas, as jogadoras quintajenses impuseram a toda do jogo perante uma equipa adversária, que visava, sobretudo, as situações de contra-ataque.
Todavia, e apesar das boas oportunidades para marcar, o golo inaugural só surgiu já mesmo sobre o tempo de descanso.
 
Lara Matos, vincou o seu estatuto de goleadora ao
 fazer Hat - trick
De um pontapé de canto batido por Maria Beatriz, a bola encontrou Lara Matos, que num cabeceamento irrepreensível, atirou a contar para a primeira explosão de alegria das quintajenses.

Após o merecido descanso, numa tarde em que o termómetro rondou os 30º graus, a equipa do Quintajense regressou com renovada motivação e a segunda parte foi quase de sentido único, perante uma equipa do Cadima, que acusou maior desgaste físico.

Com o maior tempo de posse de bola, a formação da Quinta do Anjo soube controlar os momentos do jogo, numa tarde em que Lara Matos esteve em particular destaque.

Aos 80 minutos, a experiente avançada quintajense ganhou um penálti, depois de ser derrubada na grande área, quando já se preparava para visar as redes contrárias. Na cobrança do castigo máximo, Lara Matos não desperdiçou (2-0).

O triunfo já não escapava à equipa liderada por Ernesto Catarino, mas ainda houve tempo para o hat-trick de Lara Matos. Foi sobre o minuto 90, que um pontapé forte e colocado da avançada quintajense acabou com a esperança do Cadima.


Ao soar do apito final, que concluiu um jogo histórico para a equipa da Quinta do Anjo, no qual todas as jogadoras estiveram em grande plano, libertaram-se os festejos no relvado e nas bancadas.

A equipa do Quintajense conquistou, com inteiro mérito, o ‘caneco’, entregue pela diretora da FPF, Mónica Jorge, e a celebração encetada no relvado só acalmou, já de madrugada, na Quinta do Anjo, onde as campeãs foram saudadas por adeptos e populares.


2017 fica gravado na história do Quintajense FC, onde o futebol no feminino escreveu uma página gloriosa!

Fonte:site afs

Sem comentários:

Enviar um comentário