Follow by Email

segunda-feira, 26 de junho de 2017

TORNEIO LOPES DA DA SILVA »» EM HOMENAGEM AO HISTÓRICO DIRIGENTE, LUÍS CARLOS LOPES DA SILVA


O Torneio Nacional Interassociações Sub-14 é disputado, desde 1995, sob a designação Lopes da Silva, em homenagem ao histórico dirigente. Luís Carlos Lopes da Silva nasceu em Vila Real, a 21 de janeiro de 1929. Empregado bancário de profissão, teve uma vida desportiva intensa ligada a modalidades como a Ginástica, a Pesca e o Automobilismo, embora o Futebol tenha sido a sua grande paixão de sempre. Como futebolista, acabou por ter uma carreira curta, iniciada em 1946, ao serviço do Clube da terra, o SC Vila Real. A passagem pelo GD Bragança marcou o fim prematuro da sua carreira de atleta, quando contava apenas 22 anos. Mas esta estreita ligação ao Futebol não terminou com o findar da carreira de futebolista. Bem pelo contrário. Em 1958, Lopes da Silva abraçou o dirigismo, assumindo os cargos de Secretário e Diretor do SC Vila Real, onde se manteve até 1961.

Foi precisamente neste ano que entrou, pela primeira vez, em contacto com o movimento associativo, enquanto dirigente, na Associação de Futebol de Vila Real, onde exerceu as funções de Diretor e, mais tarde, de Secretário-Geral. Em Coimbra, prosseguiu a sua ligação ao Futebol Português, agora na Associação daquele distrito. Entre 1976 e 1993 (com um interregno de cinco anos - 1980 a 1985), assumiu diversos cargos naquele organismo, entre os quais os do Vice-Presidente e Presidente da Direção. A forma exemplar como desenvolveu a sua atividade de dirigente desportivo e associativo tornou-o numa das figuras mais prestigiadas e respeitadas do Futebol Português, facto que concorreu, decisivamente, para que a 9 de julho de 1992 atingisse a Presidência da Direção da Federação Portuguesa de Futebol, cargo que ocupou até 6 de fevereiro de 1993. Durante este período garantiu o percurso de transição entre os mandatos de João Rodrigues e Vítor Vasques.

 A sua ligação ao organismo que tutela o Futebol Nacional já havia, no entanto, começado bem antes (1967/1971), quando se tornou num dos Membros do Conselho Técnico e, mais tarde, enquanto Vogal da Direção (1979/1982). No plano internacional, e além da atividade exercida na presidência da FPF, Lopes da Silva fez ainda parte da Comissão de Juniores da UEFA, entre 1992 e 1994. A sua dedicação e serviços prestados ao Futebol Português – onde poderão ser também realçadas as colaborações com os jornais “O Comércio do Porto” e “O Jogo” (para o qual escrevia uma coluna de divulgação das ‘Leis do Jogo’ e de diversa legislação sobre Futebol) – valeram-lhe a atribuição, a título póstumo, em Assembleia Geral Federativa, da “Medalha de Ouro ao Mérito”. Luís Carlos Lopes da Silva faleceu a 23 de maio de 1995, quando contava 66 anos.

"in Revista FPF"

Sem comentários:

Enviar um comentário